Skip to content

Gustavo Mioto – Ciúmes Lyrics

Ciúmes Lyrics – Gustavo Mioto

Você pensa que ainda manda em mim
Querendo satisfação depois do fim
Deixou a porta do meu coração aberta
Pensou que ninguém mais ia passar por ela
Será que eu vou ter que escrever “não te quero” na testa?

Para de me cobrar
Aceita, o nosso amor morreu
Tá com ciúme do que não é seu
Tá com ciúme do que não é seu
Para de me cobrar
Aceita, o nosso amor morreu
Tá com ciúme do que não é seu
Tá com ciúme do que não é seu
Vai ter tudo que quiser, menos eu

Já dizia o velho poeta:
Solteiro não trai!
Avisa lá

Você pensa que ainda manda em mim
Querendo satisfação depois do fim
Deixou a porta do meu coração aberta
Pensou que ninguém mais ia passar por ela
Será que eu vou ter que escrever “não te quero” na testa?

Para de me cobrar
Aceita, o nosso amor morreu
Tá com ciúme do que não é seu
Tá com ciúme do que não é seu
Para de me cobrar
Aceita, o nosso amor morreu
Tá com ciúme do que não é seu
Tá com ciúme do que não é seu
Para de me cobrar
Aceita, o nosso amor morreu
Tá com ciúme do que não é seu
Tá com ciúme do que não é seu
Para de me cobrar
Aceita, o nosso amor morreu
Tá com ciúme do que não é seu
Tá com ciúme do que não é seu
Vai ter tudo que quiser, menos eu
Vai ter tudo que quiser, menos eu

YouTube video