Pabllo Vittar – AMEIANOITE Lyrics

AMEIANOITE Lyrics – Pabllo Vittar, Gloria Groove

Vittar
Gloria Groove
(Ruxell, brabo envolvente)

Deu meia noite, a bruxa tá solta
Quer fazer feitiçaria no baile
Todo veneno que sai da sua boca
É doce, vermelho e te deixa na vibe
Abracadabra, tu toma sentada
Surra bem dada que você não esquece
Não sou Wandinha, nem sou a Sabrina
Esse é o mundo sombrio de Lady Leste

Ô novinho chapa quente com cara de enfeitiçado
Brota no meu caldeirão que hoje eu quero beijar sapo
Escuta, se toca, posso ser bruta, então não se choca
Te taco com tudo, tu gosta da coça dessa pirigótica, vai

À meia noite, essa magia
Te dou veneno, na sua língua
À meia noite, sou tua sina
Foge comigo, e vira o dia
À meia noite
À meia noite
À meia noite

Ela joga o cabelo, ela vai de costa’
De costa’, a malvada gosta
Ela joga o cabelo, ela vai de costa’
De costa’, a malvada

Lua cheia, doida pra te ver
Um presente eu trouxe pra você
Seu encanto faz enlouquecer
Sentimento, mágica e prazer

Ô novinho chapa quente com cara de enfeitiçado
Brota no meu caldeirão que hoje eu quero beijar sapo
Ô novinho chapa quente com cara de enfeitiçado
Brota no meu caldeirão que hoje eu quero (Smack!)

À meia noite, essa magia
Te dou veneno, na sua língua
À meia noite, sou tua sina
Foge comigo, e vira o dia
À meia noite
À meia noite
À meia noite

Ela joga o cabelo, ela vai de costa’
De costa’, a malvada gosta
Ela joga o cabelo, ela vai de costa’
De costa’, a malvada

À meia noite
Ela joga o cabelo, ela vai de costa’
De costa’, a malvada gosta
À meia noite
Ela joga o cabelo, ela vai de costa’
À meia noite
Ela joga o cabelo, ela vai de costa’
De costa’, a malvada gosta
À meia noite
Ela joga o cabelo, ela vai de costa’
De costa’, a malvada

YouTube video